quinta-feira, julho 06, 2017

Nos quatro anos do Xilre

(Mark Rothko)

Quem não gostaria de ter um pássaro cantor no beiral e  de receber cartas manuscritas a tinta azul cobalto, com a caneta S. T. Dupont Olympio de J. Eustáquio de Andrada? 
O Xilre é, a um tempo, um romântico que derrete o coração de qualquer Orchidée e, a outro, um analista minucioso da realidade. Entramos na sua casa sempre à espera de ficarmos maravilhados e saímos, muitas vezes, mais do que enriquecidos, curiosos, prontos para saber mais, seja de música, de literatura, ou de minudências que a outros nunca ocorreriam observar ou descrever. É que é um blog tão em bom, tão em bom, que até gerou um movimento blogosférico com piratas, flores, palmiers, pipoco(a)s, e todo um exército de bloggers para o sitiarmos onde não o pudéssemos perder.
Longa vida, caro Xilre! Hip! Hip! Hurra!


16 comentários:

  1. E que pode um escriba em hebdomadários nas internetes fazer senão agradecer tão generosas palavras -- e procurar continuar a fazer o melhor que pode e sabe para estar à altura delas?

    Obrigado -- muito -- cara Maria :-)

    ResponderEliminar
  2. longa vida ao Xilre! (e a ti também, Maria Poesia :)



    ResponderEliminar
  3. Que post tão bom, tão oportuno tão a "tirar-me as palavras da boca".

    Longa vida ao Xilre, longa e boa, e a ti também, Maria Eu, e à flor também que se meteu ali, tão bonita.

    Beijos, beijos.
    :-)

    ResponderEliminar
  4. I am hypnotized by your post today, Maria.
    I am a star gazer, and I love time-lapse photography.
    So I listened to Quechua song, while I viewed that incredible night-sky video.
    And of course, you match it with the perfect paintings.
    Rothko is my favorite artist.
    By the way,
    my river cabin (near Cuba, Missouri) is directly in the path
    of our upcoming total solar eclipse.
    Want to watch it with me????
    XOXO

    ResponderEliminar
  5. ninguém o diria melhor que tu, Maria tu :)

    ResponderEliminar
  6. E para o xilre não vai nada, nada, nada?! :))) Beijos. Aos dois.

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito do que ele publica... tem um gosto requintado. Parabéns para o blog dele!!

    ResponderEliminar
  8. Não sigo o blogue.
    Depois das férias vou procurar.
    Bfds

    ResponderEliminar
  9. Obrigada, Maria, por teres escrito este post, uma vez que o Xilre não tem caixa aberta, e não há como dar-lhe lá os parabéns :)

    Xilre, faço minhas as tuas palavras aquando dos quatro anos do meu: "Quatro anos, em anos Internet, representam vinte e oito, o que é uma idade considerável. Muitos parabéns :-)"

    ResponderEliminar
  10. Não conheço o blogue, bjs e boa semana amiga

    ResponderEliminar
  11. Hei-de ir conhecer o Xilre.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. Não sou assíduo do espaço XILRE mas sempre que o visito não me arrependo.
    Há por lá a qualidade do saber e elegância no dizer. É, portanto, desejável que se mantenha activo e em boa forma.
    Dias felizes, Maria.

    ResponderEliminar
  13. Esqueci-me de dar nota do Rothko. Apetece mergulhar naquele azul. E ficar a flutuar, a pairar naquele luxo.
    Bj.

    ResponderEliminar
  14. Matei dois coelhos (metaforicamente).
    Conheci O Xilre e este cantinho. Guardo um segredo comigo: não direi quem despontou primeiro aos meus olhares.
    Vida longa para ambos.
    Um abraço,

    ResponderEliminar
  15. Excelente e merecida homenagem!
    Beijinhos para ti e abraço de parabéns para ele.

    (^^)

    ResponderEliminar